Uma estudante de Design Gráfico, Publicidade e Propaganda, que após analisar e conhecer um pouco mais sobre o setor de design visual resolvi focar  em uma de minhas habilidades, que é desenhar, para trabalhar com ilustrações voltadas para o público infantis e infanto-juvenis, pois sou dona de um traço ideal para crianças, com personagens de olhos grandes e amigáveis cheios de personalidades.

      Minha jornada criativa está apenas começando e como uma aprendiz constante sempre busco conhecimento. Estudo tanto o lado teórico, como psicologia e desenvolvimento infantil, quanto o lado prático, como projeto editorial, narrativa visual e técnicas de pop-up.

       Entretanto, também entendo que no Brasil, principalmente quem trabalha no setor criativo, tem que ser mais do que um simples profissional de sua área, pois para conseguir se destacar e sobreviver no mercado deve ser também um empreendedor. Por esse motivo, estudo e utilizo planejamento estratégico, técnicas de marketing e inovação, estratégias com foco no cliente e desenvolvimento de comunicação assertiva.

Olá!

      Sou a Menina Nanquim

Um belo dia parti em busca de um sentido  para minha vida, e entendi que ...

Quando alguém pergunta a uma criança o que ela quer ser quando crescer é comum ouvir “bombeiro, bailarina, astronauta, médica, herói, veterinária...” e por aí vai. E não era diferente quando me perguntavam isso, mas eu queria ser tanta coisa que para cada pessoa eu dizia uma profissão diferente e eu sempre ouvia “Mas o que realmente você quer ser menina?”, eu não sabia o que queria ser, mas tinha certeza que o que eu realmente não queria ser era adulto.

Adultos são tão chatos e sérios, vivem em um mundo cinzento, cheio de regras e obrigações, “não pode isso, não pode aquilo, isso não existe, isso é impossível...” fala sério, qual é a graça de viver assim? Ah, não, nem que a vaca tussa, eu não iria me tornar uma adulta!

Meus pais sempre me diziam “Um dia você se tornará adulta e aí irá nos entender”, mas se dependesse de mim, antes que isso acontecesse, eu fugiria para à Terra do Nunca e seria como o Peter Pan, uma criança para sempre. Só que nesse esconde-esconde o tempo me encontrou e assim acabei me tornando uma adulta, mas meu mundo não é cinza, não é cheio de regras e restrições, hoje tenho o conhecimento e a independência de um adulto, porém ainda tenho a magia de ser criança.

Eu acredito que a magia da imaginação pode nos pertencer por toda vida, e isso faz com que enxerguemos o mais incrível colorido num cinza arrogante. Por isso, o meu propósito é encantar  e divirto-me fazendo essa arte colocando um pedacinho de mim em cada parte!

    A vida para mim é uma aventura, por isso nunca faço nada pela metade ou sem entusiasmo, uso sempre minha vitalidade para fazer tudo com empolgação e energia.

    Se for possível fazer melhor, farei. Não me dou por satisfeita com o senso comum, simplesmente adoro usar minha criatividade para pensar em novas formas de fazer as coisas, como dizia Ayrton Senna “Ou você faz uma coisa bem feita ou não faz”.

    Gosto de explorar e descobrir todos os tipos de assuntos, pois acredito que quanto mais eu sei sobre um tema melhor eu consigo comunica-lo e expressa-lo. Por isso costumo dizer que a curiosidade não matou o gato, mas evoluiu a humanidade.

    Aprendi que nos pequenos detalhes estão os encantos da vida, e por isso penso sobre as coisas e examino de todos os lados com critério e precisão para proporcionar uma experiência única e especial, sempre me comprometendo com meu publico e o amor pelo que faço.

Minha missão é surpreender e encantar, dando cor e forma aos  mais diversos mundos e personagens por meio das ilustrações.

  Busco ser referência no setor editorial brasileiro, reconhecida pela paixão e excelência que encanta as pessoas com a magia da imaginação.